quinta-feira, 17 de março de 2011

POEMA SEM NOME

Esse deve ser o escrito mais sem nexo escrito por mim, de fato não sabia sobre o que escrever,só tem uma psicodélia de cores,sabores e tudo mais que não se encaixe nesse texto, na pessoa que vos fala. Poema sem nome belo nome pra um poema que retrata um amor confuso, um adeus, talvez, por que não? Poema sem nome talvez por que sentimentos não tenham nomes pra mim. Amor,paixão, carinho,compaixão, pra mim caro leitor, são só sentimentos, que pra cada pessoa é diferente.Intensidade,tempo não sei,talvez seja uma forma de fugir da palavra amor, que tantas pessoas se apegam como se suas vidas dependessem dessa palavra.
Pois bem sem mais delongas, poema sem nome por que temos tanta mania de dar nomes as coisas que só deveríamos sentir e viver,nomes delimitam espaços imaginários, barreiras que realmente não deveriam existir.”antes a questão era descobrir se a vida precisava ter algum significado para ser vivida.Agora ao contrário, ficou evidente que ela será melhor se não tiver significado”(Albert Camus).
E com esse trecho acaba minha poesia sem nome que cada pessoa que ler, se é que alguém vai ler, possa colocar um nome da forma que se identificar com o quer que seja que eu tenha sido escrito por um metido a poeta do Recife.
Léo nascimento.

2 comentários:

  1. labirintos de sentimentos ... esse é o nome ..

    ResponderExcluir
  2. labirinto de sentimento , bem sugestivo!!
    metido a poeta nada , UM POETA

    ResponderExcluir